sábado, 7 de maio de 2016

HOMENAGEM AS MAMÃES DA FAMILIA



FELIZ DIA DAS MÃES

“... Num dado momento antes de tudo, a Deusa ergueu-se da escuridão e nasceu dela própria... E qual uma flor desabrochou e espargiu seus perfumes, como gotas de orvalho que inundaram o infinito. E assim com seu complemento divino, o grande ser, a vida aconteceu...”.

E assim se fez a vida, repleta de encantamento, ungida pela força do amor.

Nascemos em tempos distantes
Na florescência do amor da grande Deusa.
E como tal, ela espargiu seus perfumes inebriantes,
Para semear a Terra Mãe.

Naquele instante, a doce lágrima do amor
Escorreu de seus olhos,
E, como cálida gota de orvalho,
no solo fértil penetrou
e a Terra Mater, a semente germinou.

Somos todos, filhos da Grande Mãe, a deusa do amor...
Em cada um de nós existe, no mais profundo interior,
A recordação da Deusa Mãe.
Mãe, mulher que gera e cria,
Mãe, natureza que a tudo abarca,
Mãe, símbolo de toda e poderosa força da concepção universal...
Apenas, tudo simplesmente é...
A representação arquetípica da admirável energia que a tudo concebeu,
oculta em estado inconsciente,
até que ativada pelas experiências da vida,
acorda e se revela no ventre da mulher.

Mulher, tu és a mãe primeira,
Cuja bondade e sabedoria
Traduz a honrada missão do amor.
Cabe a tu generosa anfitriã
Abrir as portas da revelação
Para o tempo da espiritualidade madura
Em que o mundo possa renascer.

A tua força feminina, a fertilidade,
É natural tal qual, a Deusa que nasce e morre,
Renasce e torna a morrer.
E nos ciclos de renascimento, tu te tornas,
A missionária do Amor.
                                             POR MARIZILDA LOPES

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

MEDITAÇÃO NO ALTO DA MONTANHA NA PEDRAS DAS FLORES – EXTREMA - MG

Foto de acervo pessoal


DIA – 13/02/2016
FACILITADORES: MARIZILDA LOPES E JOÃO LOPES

Vivência em conexão com a energia local, para construir vínculos que interpenetrem o amor próprio, através do diálogo com os personagens internos que instigam caminhos, para edificar a trajetória de vida pessoal. Despertar a consciência de uma ecologia profunda a partir da diversidade e da cooperação com o ambiente e com o outro. Aprender a caminhar em beleza para estabelecer o real contato com as energias da natureza.

ROTEIRO: 
       Saída da rodoviária – a partir das 9h com retorno às 16:30h.
·         Subida à montanha de carro até as torres – Caminhada pelas trilhas até a Pedra das Flores.
o   O QUE VESTIR: roupas folgadas (moletons, jeans, camisetas, bonés ou chapéus, agasalhos (o alto da montanha é mais frio) tênis ou bota confortável, complemento de alimentação e água.
o   INVESTIMENTO: R$ 120,00 (incluso guia, 2 barrinhas de cereal, 1 suco e 1 água, 1 fruta)
·       
     Depósito antecipado até dia 11/02: Banco Itaú Ag. 0440 c/c 75724-3 – confirmar via e-mail – marizildalopes@gmail.com -  ou fone. Tel. 035-34353590 – 035-9100-5867 – 011-981838244 (somente WhatsApp)

A natureza nos servirá de guia, e a função do caminhante será desenvolver as sementes criativas, existentes dentro de si mesmo, para estabelecer o real contato com a energia do local.